Em tempos que o coronavírus segue crescendo pelo mundo, é fundamental manter a imunidade em dia. Apesar de não impedir o contágio, o sistema imunológico fortalecido impede a progressão da doença e proporciona respostas mais rápidas contra o vírus.

Além disso, a imunidade alta evita infecções já conhecidas, como gripes e resfriados.

Em contrapartida, a imunidade baixa causa efeitos negativos, como:

  • Infecções recorrentes, como amigdalites e herpes;
  • Doenças simples, mas que demoram a passar;
  • Febre frequente e calafrios;
  • Cansaço excessivo;
  • Queda acentuada de cabelo;
  • Olhos frequentemente secos.

Por esse motivo, o sistema imunológico precisa de atenção, afinal é ele a defesa natural do organismo contra invasores.

Há diversas formas de aumentar a imunidade, entre elas o consumo de alimentação saudável, a prática de exercícios físicos e até suplementos vitamínicos.

Reunimos todas as dicas de como aumentar a imunidade em tempos de coronavírus logo baixo. Confira!

Tenha boa noite sono

Com rotinas intensas e até por causa da ansiedade provocada pelas notícias, as pessoas têm dormido menos. Esse mau hábito afeta diretamente a imunidade.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto do Sono, pessoas que dormem menos de 5 horas estão 5 vezes mais propensas a desenvolver problemas com gripes e resfriados.

No estudo, os pesquisadores ainda identificaram que a privação do sono diminui a produção de células de defesa do organismo.

Sendo assim, um dos modos de aumentar a imunidade é ter qualidade de sono, com pelo menos 8 horas de duração.

Para não interferir na qualidade do sono, recomenda-se desligar todas as luzes e não utilizar celular pelo menos 1 hora antes de dormir.

Invista em alimentação saudável

Os alimentos naturais são ricos em vitaminas e minerais – essenciais para o funcionamento do organismo, sobretudo no sistema imunológico.

Infelizmente, segundo o Ibope Kantar, oito em cada dez brasileiros se alimentam mal. Na maioria das vezes, dão preferência a fast foods e industrializados.

A longo prazo, a má alimentação baixa a imunidade e traz outros malefícios, como câncer, diabetes e problemas vasculares.

Por essa razão, é importante investir em alimentação saudável para aumentar a imunidade. Opte por alimentos naturais, como frutas, verduras, legumes, carnes e cereais.

Faça exercícios físicos

Parece clichê, mas praticar exercícios físicos aumenta a imunidade.

Isso acontece porque o movimento muscular e o aumento da frequência cardíaca fazem com que as células imunes saem de seus ponto de espera.

Com esse movimento, as células de defesa circulam pelo corpo, impedindo invasores de se propagarem no organismo.

Dessa forma, busque uma atividade física que agrade e faça pelo menos 30 minutos ao dia. Pode ser caminhada, corrida, funcional ou musculação, o importante é se manter ativo e em movimento.

Beba água

Assim como a alimentação, a ingestão de água é indispensável quando o assunto é imunidade. Não espere sentir sede para beber água, por exemplo.

Esse líquido natural retira o excesso de impurezas do organismo.

Sendo assim, mantenha-se sempre hidratado, principalmente quando realizar atividades físicas. A quantidade de consumo por dia varia de acordo com idade, peso e o clima.

Invista em suplementação

Outra alternativa bastante eficiente para aumentar a imunidade é investindo em suplementação vitamínica.

Na maioria das vezes, os suplementos reúnem em suas fórmulas as principais vitaminas e minerais para o funcionamento do organismo.

Exemplo disso é o Gerovital, que além das vitaminas e minerais, une em sua fórmula os benefícios do ginseng, uma raiz que comprovadamente auxilia no sistema imunológico.

Além disso, o suplemento contém as vitaminas C e D, que também ajudam a fortalecer a defesa natural do corpo, prevenindo doenças e infecções.

O Gerovital também:

  • Revigora a saúde física e mental;
  • Recarrega a energia;
  • Melhora a capacidade de concentração;
  • Diminui o envelhecimento precoce;
  • Auxilia no sistema imunológico.

Quer começar a aproveitar todos esses benefícios? Saiba onde encontrar.

MATÉRIAS RELACIONADAS

[activecampaign form=1]